Manicure Russa. Aplaudida por milhões no mundo todo!

A manicure russa se espalhou de forma irreversível pelo mundo nail nos últimos anos. A técnica já é a mais utilizada nos salões dos EUA, Europa e Ásia, onde praticamente foi abolido o processo de corte tradicional da cutícula. Tal como o nome indica, a técnica surgiu na Alemanha mas foi difundida mundialmente pelos russos, pioneiros em muitas tecnologias vanguardistas neste meio.

A manicura russa é a forma de tratamento não agressivo da cutícula, utilizando micromotores elétricos com diferentes lixas para o desgaste seletivo das áreas da cutícula. A tecnologia permite que a cutícula fique com um acabamento perfeito e com um aspecto muito mais natural e saudável.

O processo substitui alicates e tesouras, evitando cortes (os famosos bifes!) e desconforto para as suas clientes. Também é conhecida como “manicure a seco”, uma vez que não é preciso deixar as unhas de molho. Umedecer as cutículas e as unhas fazem com que os tecidos inchem e se tornem mais frágeis e suscetíveis a lesões. E após a pintura, a unha pode demorar até 12 horas a voltar a secar totalmente. Esse processo causa um efeito sanfona na superfície da unha e, mesmo em proporções microscópicas, acaba sendo responsável por boa parte dos descascados que acontecem logo que você sai do salão e até o dia seguinte. 

A manicure russa é totalmente indolor e pode ser utilizada como base ou na preparação da unha antes de aplicação de esmalte ou gel. Uma das principais vantagens deste procedimento, principalmente para a utilização de acrílico ou gel, é o fato de se poder pintar o mais próximo possível da cutícula, sendo que o crescimento da unha demora mais tempo para ser notado.

Como as cutículas irão se moldar mais naturalmente a cada sessão, você irá conquistar rapidamente as suas clientes com essa tecnologia, proporcionando resultados cada vez melhores, unhas cada vez mais bem cuidadas e bonitas. Mesmo para as clientes mais difíceis, que têm o hábito de roer as unhas e que acabam por ter uma cutícula sempre danificada, a manicure russa surpreende e recupera rapidamente o formato original da pele que forma a cutícula.

Quando utilizada antes de qualquer técnica de pintura, com esmalte, acrílico ou gel, a manicure russa garante um trabalho final perfeito e homogêneo, pois não deixa qualquer resíduo de cutícula sobre a unha, tornando o trabalho muito mais duradouro.

MAS ATENÇÃO! A manicure russa só deve ser realizada de forma segura e responsável, por profissionais com formação específica e que dispõem dos e equipamentos e acessórios adequados. O mau uso do 

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados